E porque dentro da minha ausencia aqui no blog foram passando coisas… uma delas: mudei-me!

Vim para Medellín, Colombia, a cidade da “eterna primavera”.

Os que me acompanham já me perguntaram mil vezes… por isso aqui vai o tão esperado post sobre:

As primeiras impressões de Medellín:

 

1. É verde, muito verde!

Para quem vem de Santiago do Chile como eu… então é um choque maravilhoso!
Aqui há imensas árvores! Árvores grandes! Acordo com os passarinhos todos os días (infelizmente às 5h40 da manhã que é quando amanhece! Mas melhor acordar com os passarinhos que com os autocarros ahah).
Como é um vale rodeado de montanhas de qualquer janela vês verde montanha acima e montanha abaixo!

2. Tem um clima fantástico: A “pachamama” foi generosa!

Só posso pensar isto. Uma cidade que tem um clima que ronda entre os 18° e os 28° todo o ano?
Andas todo o dia de roupa de Verão com um casaquinho para a noite… Que mais se pode pedir?

 

3. Tem história, tem passado…

Tem história… ou melhor dito, tem muitas históricas.
Tem histórias que bailam Tango e relembram a memória de Carlos Gardel, o grande repercultor do tango, que aqui morreu num acidente de avião em 1935.
Tem histórias de gordas que se esculpem da visão de um artista tão conhecido como Botero.
Tem as histórias sepultadas de um passado violento e de tráfico de drogas que só não se esquecem, porque não se querem repetir!
Tem histórias de recuperação, de novas infraestruturas, de inovação e de sustentabilidade que querem perdurar no tempo.

DSC_0993-03

4. Tem visão do futuro e é inovadora

É algo que realmente fascina nesta cidade é que sabem de onde vêm e têm claro para onde querem ir.
Essa visão repercute no dia a dia, na implementação de uma linha de metro que cruza a cidade, em teleféricos e escadas rolantes que se usam como transporte público, em bicicletas de uso público, em “cinturões verdes” que querem limitar o perímetro da cidade para que cresça compacta e acessível, em eliminar o protagonismo do carro como meio de transporte, em educação e cultura para todos, em bibliotecas verdes em bairros mais isolados para facilitar o acesso à cultura!

DSC_0975-01

5. Tem parques, muitos e variados!

Queres ciência? Tens o Parque Explora!
Queres tango? Tens o Parque del Periodista!
Queres natureza? Tens o Parque Arví…
Queres mercados? Tens os mercados de artesãos que vão mudando de Parque em Parque!
Variedade não falta!!

DSC_0990-01

6. Tem as mulheres mais belas

Não sei se são as mais belas…
Mas que se cuidam, se cuidam!!
Cria uma especie de pressão social em que se tens o cabelo desgrenhado ou a cara deslavada sentes-te mal quando sais às rua! É impressionante… uma pessoa até se veste melhor e tem de maquilhar-se só ir ao supermercado!

 

7. Tem futebol!

Ok que cheguei exactamente a Medellín no início da Copa América comemorativa dos 100 anos do campeonato.

Mas o que se vive aqui é outro nível! Eu não preciso saber o calendário dos jogos para saber que a Colombia vai jogar! Todo o mundo anda vestido com a camisola da selecção todo o dia quando é dia de jogo! Homens, mulheres, crianças… vestidos a rigor!

Até em lojas “finas” de ourivesaria os empregados estão todos vestidos com a camisola nacional!

Vive-se muito o futebol! É impossivel não dar-se conta!

 

8. Tem fruta, da boa!!

Não esqueço quando o meu colega Santi nos disse, “A mi no me gusta el supermercado Jumbo acá, siempre voy al Carulla”. O Carulla é um supermercado como qualquer outro, até que entras e vês toda a variadade de frutas e cheiros optimos que te invadem que nem sabes se é de uma fruta, ou de todas juntas… não fosse isso suficiente têm uma bancada com “buffet de fruta” partida e descascada! E não, não é maça, nem pera, nem laranaja… Sao pitayas, mango, papaya, ananás, morangos, kiwis… uma variedade de frutas deliciosas e tropicais!!

 

9. Tem as palavras trocadas…

Humm… como posso explicar isto?
Para falar colombiano troca:
“Disculpe” por “Que pena”
“De nada” por “Con mucho gusto”
Perfeito! Ja falas colombiano!! 😀

Depois é habituar-se a frases como “Que pena, te pisé”! :-O

 

10. É perigosa sim…

Quando cheguei esperava ver homens com metralhetas à porta dos Centros Comerciais, pickups com homens armados a passar (como vi no México). A verdade é que depende dos bairros, depende de por onde andes… mas podes fazer uma vida normal sem ver nada destas coisas!

O máximo que vi foi um segurança de uma loja com uma arma… sentado num banco a jogar no telemóvel!! Ui!!

Mas tem um perigo sim… que queiras cá ficar!

DSC_1002-01

Written by racingmackerel
Portuguesa, Expat, viajeira apaixonada. Extrovertida, Sensorial, Emocional e Percetiva. Financeira de profissão. Psicóloga por curiosidade. Emigrante e viajante por paixão. Idioma: portuñol.