Quando chegámos a Punta del Diablo já era de noite no dia 1 da nossa Roadtrip.

Mesmo assim, sentes de imediato a boa vibra de uma noite jovial com música, restaurantes e bares na rua a que chamam “las Ramblas”, que não é mais do que uma estrada de terra batida junto ao mar que cruza a vila, várias feirinhas de artesanato (de essas em que apetece comprar tudo!) até ao mercado dos pescadores.

Uma recatada vila de pescadores que virou ponto de encontro para surfistas que convivem harmoniosamente.

Punta del Diablo tem 3 praias, a praia da viuda do lado direito escondida atrás das dunas, a pequena praia dos pescadores mesmo no centro da vila e a praia del Rivero do lado esquerdo com o seu extenso arenal e surfistas e escolas de surf a dar vida à praia.

Estão bem as praias de Punta del Diablo, especialmente bem para o surf.

Mas o que não se pode perder mesmo ali ao lado de Punta del Diablo (a 4 km mais especificamente) é a Reserva de Santa Teresa.

Pode ir-se de carro e tirar mais proveito ou chegar de bicicleta desde Punta del Diablo.

É uma reserva lindíssima. Bem cuidada, verde e limpa e com praias maravilhosas!! Tem quatro praias: a praia Grande (a primeira e a mais fácil de chegar de bicicleta desde Punta del Diablo), a praia do Barco, a praia Achira e a praia de la Moza (2a foto) que conecta com a praia Cerro Verde.

Além das praias tem uma fortaleza que vale a pena visitar! Ao fim e ao cabo Santa Teresa está actualmente a 30km da fronteira com o Brasil um ponto estratégico na protecção do território do Uruguai e da história da definição das fronteiras das colonias espanholas e portuguesas na América do Sul.

A fortaleza de Santa Teresa, à semelhança de Colonia del Sacramento é um testemunho das conquistas e re-conquistas, ocupações e desocupações primeiro entre espanhois e portugueses, depois entre brasileiros e exércitos patriotas.

É um dos exemplos mais representativos da “coleção de fortalezas” que o Uruguai tem para oferecer.

Na reserva encontrarão a combinação perfeita entre história e natureza e praias incriveis.

O mais impressionante do Parque Santa Teresa é precisamente o bem que está organizado.

Têm campings lá dentro, restaurantes, pequenos supermercados, cabanas e casas para alugar, tudo integrado num verde percorrido por estradinhas quer conectam o Parque, as praias e a fortaleza!

Não podem perder!!!

Written by racingmackerel
Portuguesa, Expat, viajeira apaixonada. Extrovertida, Sensorial, Emocional e Percetiva. Financeira de profissão. Psicóloga por curiosidade. Emigrante e viajante por paixão. Idioma: portuñol.